Arquivo do blog

Marcadores!

Search

Carregando...

Seguidores

Páginas

domingo, 2 de outubro de 2011

Planejando a chegada de um bebê



Este post não é para comunicar que estou grávida ou coisa assim...rsrs... Na verdade, é uma reportagem com dicas para os casais que estão planejando ter filhos. Eu achei muito importante e realista, então decidi compartilhar com vocês:

"O casal que está planejando ter o primeiro filho deve refletir bem sobre o assunto, antes de tomar qualquer decisão. Isso porque, além de pensar quem ficará com o bebê enquanto os pais estão trabalhando ou o que fazer com o cão do casal, existem algumas providências financeiras que merecem atenção.
De acordo com levantamento realizado pelo professor e coordenador do curso de Gestão em Finanças e Ciências Contábeis da Veris Faculdades, Fabrício Antonio Pessato Ferreira, um filho entre zero e 20 anos pode custar cerca de R$ 594 mil, com cálculos conservadores. Os gastos com educação, diz ele, são os que mais pesam, girando em torno de R$ 183 mil.
No que diz respeito aos gastos iniciais, somente de fraldas, aponta, os novos pais gastarão mais de R$ 14 mil nos primeiros três anos.
Contudo, é importante salientar que tais cálculos não têm como objetivo desanimar os futuros papais e mamães, mas, sim, lembrá-los que, ao decidir ter um filho, é importante pensar nas finanças. Abaixo, o professor dá algumas dicas para ajudar neste sentido:

1 – Treine o seu pensamento. Ter filho custa caro, portanto, ao decidir tê-lo comece a pensar nas finanças;
2 – Costumar gastar demais? Reveja os hábitos de consumo. Preste atenção em como realiza suas compras, se por impulso ou por necessidade. Pois uma criança, além de necessitar de um orçamento organizado, precisa de exemplos;
3 – Mesmo que você e seu (sua) parceiro (a) tenham bom senso nas compras, vocês costumam fazer uma planilha de orçamento? Se a resposta for negativa, está na hora de começar a fazer e visualizar os gastos do casal, o que será possível cortar ou adaptar para inserir a criança no orçamento?
4 – Converse sobre finanças. Muitas famílias tratam o dinheiro como um tabu, um assunto proibido. Se este é o seu caso, está na hora de mudar isso. Observe a dinâmica do casal, quando o assunto é dinheiro, e comece a pensar como serão tratados os gastos com o bebê. “Quando esta conversa não acontece, muitas vezes, pode acabar em brigas”, observa Ferreira.
5 – Poupe. Se o hábito da poupança já faz parte da rotina, aumente o percentual. O ideal, diz o professor, é fazer uma conta separada, visando aos gastos iniciais com o bebê, sendo que o melhor é começar a guardar mais ou menos dois anos antes da possível chegada da criança. O ato, explica, ajuda o casal a se acostumar com um orçamento incluindo um bebê;
6 – Ainda falando de poupança, observa, é importante que os futuros pais encarem a aplicação como uma conta, depositando o valor reservado, assim que receberem o pagamento. A conduta de quem deposita somente as sobras do salário não costuma ser bem sucedida;
7 – Se possível, troque o aluguel pela casa própria. Arcar com os gastos de uma criança, juntamente com uma poupança para comprar o imóvel, mais o aluguel, pode ser muito oneroso;
8 – Verifique a cobertura do seu plano de saúde. Veja se ele cobre os gastos com o parto, isso será de grande ajuda;

9 – Quite suas dívidas. Mas analise bem a situação. “Se a pessoa está pagando um financiamento, por exemplo, não precisa se desesperar para quitar o imóvel, pois mais importante é ter liquidez. Contudo, se o casal tiver dívidas com o cartão de crédito ou cheque especial, o melhor é acabar o quanto antes com esses débitos”;
10 – Por fim, com a chegada do bebê, providencie o quanto antes uma poupança para o herdeiro. Isso irá ajudá-lo no futuro, com as despesas da faculdade, por exemplo."


Créditos: http://br.noticias.yahoo.com/veja-10-provid%C3%AAncias-financeiras-tomar-antes-chegada-beb%C3%AA-203500797.html

P.S. Sei que estou devendo falar da parte da Argentina, mas minha rotina mudou recentemente o que tem me deixado sem muito tempo para estar aqui, prometo que esta semana eu publico o post.


Beijos!

9 comentários:

Sandra Lima disse...

É, acho que eu sou um tanto anormal... Nunca considerei ter filhos uma coisa tão difícil financeiramente. E não é que eu seja rica não, ao contrário! Só que acho que basta manter os dois pés bem firmes no chão e deixar que os filhos participem das conversas que envolvem dinheiro, para que tenham a real consciência do que os pais podem ou não dar a eles.
Tenho dois filhos, que já são adolescentess. Nunca passei dificuldades para dar o necessário a eles, também nunca fiz uma gota de esforço para dar luxo desnescessário (roupa de grife, celular da moda).
Não considero que tenha que entregar uma grande quantia para que eles comecem a vida profissional, ou que tenha que dar um carro quando passarem no vestibular. Tenho sim, que dar a eles os meios para conseguirem ter o que quiserem, por seu próprio esforço.
Equilíbrio é a palavra certa. E sempre priorizar o estudo, a cultura, o que traz benefícios a longo prazo, para a vida adulta deles.
Bom, é assim que eu penso, e é assim que vivemos.
Beijos

Sra. N disse...

nos dias atuais, eu penso mais na questão de conseguir administrar o tempo de trabalho x cuidados com uma criança, que mesmo os gastos.

Acho que se a pessoa for boa administradora do lar, consegue levar a parte financeira.

Mas esse texto faz mesmo a parte da reflexão de tudo antes de dar esse passo importante.

Lá no blog hj estou falando justamente da rotina de trabalho x falta de tempo para outras coisas.

Bjs

Coisas de Mulher disse...

Olá,vim aqui lhe convidar a uma cosinha...
Visite o blog Coisas de Mulher e veja a primeira resenha feita no blog.
Obrigado por sua atenção.
Link do blog: http://coisasdemulher21.blogspot.com/

Toque Essencial disse...

Planejando bem a chegada do baby fica bem mais fácil.
Beijos
Andrea

Coisas de Mulher disse...

Boa tarde!
Que ótima postagem de hoje minha lindinha!Você sempre nos traz grandes postagens não é mesmo?Parabéns,você merece todo sucesso.
Bem,eu vim aqui lhe agradecer pelas visitinhas feitas ao blog Coisas de mulher e também lhe fazer um outro convite...kkk
Hoje trouxemos mais uma resenha ,dê uma passadinha na pagina de resenhas e confira!
Ah e não deixe de nos visitar esta semana,pois traremos algumas novidades bem legais,temos certeza que irá gostar!
Fique de olho,as novidades são só para as leitoras de verdade!kkkk
Bjus
Passe no blog e confira a resenha!
http://coisasdemulher21.blogspot.com/

Chris Ferreira disse...

Oi Dani,
Em primeiro lugar, muitíssimo obrigada pelo elogio no meu blog. Fiquei emocionada de ler!
Quanto a sua postagem, eu concordo com tudo que está escrito. Mas a verdade é que a minha primeira veio no susto. Hoje acho que, se não fosse assim, eu não sei se um dia acharia a hora certa! rs.... Mas, tenho que agradecer muito a Deus por ter tido todo o suporte necessário! A segunda foi super bem planejada!
Adorei as dicas! Super interessante e útil! Ser mãe é pra sempre e exige muito da gente! Tem que pensar bem pensado!
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Chris Ferreira disse...

Ah Dani,
Eu também amo cinema!
Beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Ana Paula disse...

vai dar cria, Dani? rsrsrsrsr

Zapataria disse...

Eu penso que ás vezes as pessoas planejam tanto que perdem a magia do momento. Claro que planejar é sempre bom, mas um pouco de improviso sempre cai bem. Tenho dois filhos e sempre consegui dar o suficiente para eles. O mais velho e gente incentiva a ser econômico e guardar seu dinheiro para o futuro. Exemplo é tudo né?!
Um beijo!

http://zapatariabr.blogspot.com